O Tratamento Térmico – Heat Treatment – é realizado com calor em estufa térmica de aquecimento progressivo da madeira até 56ºC, utilizando um equipamento eletrônico que coletará os dados do tratamento fitossanitário, proporcionando agilidade na liberação de cargas por um período mínimo de 30 minutos a 2 horas. O HT pode ser realizado em qualquer local e em praticamente todo tipo de carga especial resistente à temperatura de até 80°C. A unidade de PCP/HT trata, em média, 4 vezes mais madeira quando comparado a um tradicional caminhão-estufa e o consumo de gás é muito inferior. O Processo da Câmara Portátil – PCP/HT é montada sobre as embalagens, possui facilidade de logística, a extinção no transporte das embalagens até uma empresa especializada e menor custo comparado a outros tratamentos térmicos. O Tratamento HT – PCP/HT- é realizado com ar quente, sem uso de produtos químicos, como o Brometo de Metila (MB), com maior responsabilidade socioambiental.

O HT pode ser realizado em:

Estufa Fixa – Câmara Portátil PCP/HT – As estufas fixas no processo PCP/HT (Processo da Câmara Portátil) são ideais para empresas de grande movimentação de madeiras, como as madeireiras.
Com tamanhos personalizados as estufas são projetadas para se adequar a qualquer necessidade de espaço da madeira, com facilidade na movimentação.

Acoplagem em Container – Variação simplificada da tecnologia PCP/HT – Processo da Câmara Portátil. Este tratamento é ideal em portos, terminais rodoviários, cargas em final de trânsito e estações aduaneiras. Devido à substituição na fumigação com Brometo de Metila (MB) e/ou o expurgo por Fosfina (FO), em Contêiner o Tratamento Térmico por Acoplagem Rápida (ARC) diminui o tempo de quarentena para exportação em até 10 dias (exemplo do uso de Fosfina para exportação de toras com casca), diminuindo os custos com movimentação e armazenagem, sem contar com a diminuição significativa no impacto ambiental.

O PCP/HT – Processo da Câmara Portátil – é realizado por módulo de aquecimento conectado a um container marítimo de qualquer medida (20′ ou 40′, standard ou HC) em cargas dentro do container. O tempo de exposição é rápido, em torno de uma hora e trinta minutos, prático e extingue a movimentação do material.

Vantagens no Tratamento HT:

Pode ser realizado em praticamente qualquer local: desde que haja rede elétrica 220 v ou 380 v (trifásica);
Maior agilidade no tratamento: realizado por nossos técnicos operadores em Câmara Portátil, Estufa Fixa, Acoplagem Container;
Menor tempo de exposição (em torno de 2 a 3 Horas);
Custo Competitivo: pode tratar maior número de pallets diariamente;
Estufas Computadorizadas;
Não agride o meio ambiente e a saúde – Atóxico: não utiliza agrotóxico;
Certificação: entrega de certificado credenciado pelo MAPA- Ministério da Agricultura e Pecuária.

Conheça as etapas para o Tratamento HT:

1ª etapa: As embalagens de madeira são colocadas pelo cliente conforme a orientação da equipe de técnicos operadores da Dedetizadora Vitória

2ª etapa: Os técnicos operadores Nossos operadores colocam 3 termômetros sob as embalagens de madeira para a mediação da temperatura ambiente dentro da Câmara;

3ª etapa: É inserido mais um termômetro por meio de um furo na parte mais grossa das embalagens, para medir a temperatura interna da madeira;

4ª etapa: A câmara portátil térmica é colocada sobre as embalagens pelos técnicos operadores da Dedetizadora Vitória, extinguindo o processo de estufagem;

5ª etapa: O módulo de aquecimento com coifa defletora e retorno de ar-quente é conectado à câmara portátil e então se inicia o tratamento;

6ª etapa: Após a madeira atingir a temperatura de 56°C, e permanecer estável (ou superior) durante 30 minutos, o tratamento é concluído. A câmara portátil é retirada e os pallets são carimbados, e prontos para serem exportados.

 

Contribuição : Dedetizadora Vitória

www.vitoriadedetizadora.com.br